7 principais pragas da cana-de-açúcar e como prevenir

caminho aberto no milharal

A cana-de-açúcar tem sua cultura conhecida por possuir baixos defensivos agrícolas. Com isso, é comum que apareçam pragas e infestações que prejudicam a produção. Venha conhecer as principais pragas da cana-de-açúcar e se prevenir!

Pragas comuns na cultura da cana-de-açúcar

Abaixo, veja as pragas mais comuns nesse tipo de cultura:

1 – Broca da cana-de-açúcar (Diatraea saccharalis)

As Brocas, uma das principais pragas desse tipo de planta, são larvas de mariposas que se alimentam das folhas da cana. Conforme ela cresce, penetra na planta e faz galerias, arruinando a produção.

A melhor maneira de evitar essa praga é pelo controle químico e biológico.

2 – Broca Gigante (Castnia licus)

Outro tipo de Broca é a gigante, que bota ovos de coloração rosada que muda de cor à medida que se desenvolve. Com a eclosão, as larvas aparecem e chegam no colmo, causando o coração morto, comprometendo todo o desenvolvimento da cana-de-açúcar.

O manejo da Broca gigante é feito por inimigos naturais, culturais ou semioquímicos, porém a catação manual ainda é bastante eficaz.

3 – Cigarrinha-das-raízes (Mahanarva fimbriolata)

A cigarrinha da cana-de-açúcar se alimenta das raízes e radicelas da cana, sendo agressivas quando crescem. Com as chuvas, os ovos eclodem e, em 60 dias, já é possível ter três gerações da praga a cada safra de cana.

Seus danos estão relacionados a diminuição da produtividade, qualidade do açúcar comprometida, morte da planta e outros. Para evitar esse destino, o caminho é o controle através do fungo metarhizium anisopliae.

4 – Cupim da cana-de-açúcar

O cupim da cana-de-açúcar é outra praga específica que vive em colônia e não é tão agressiva, mas reduz a longevidade da plantação. Seu dano principal é na fase inicial, que pode trazer falhas na germinação.

Para evitar esse tipo de praga na cana-de-açúcar o uso de inseticidas é o mais ideal.

5 – Formigas Saúva (Atta capiguara)

A Saúva causa desfolhamento ao longo do desenvolvimento da cana-de-açúcar, atacando a maioria das culturas, não apenas os canaviais. Por desfolhar as plantas, elas causam atraso e até a morte da plantação.

Inseticidas em pó e iscas tóxicas são os mais adequados para evitar sua proliferação.

6 – Besouros (Migdolus fryanus)

Os Besouros são pragas que atacam os canaviais desde o seu estágio de larva, causando problemas na brotação. Essa fase pode perfurar até cinco metros abaixo do solo.

Seu controle é feito por inseticidas no preparo do solo, principalmente por aração durante a época mais seca.

7 – Bicudo da Cana-de-açúcar (Sphenophorus levis)

Outro tipo de besouro que ataca a cana-de-açúcar é o bicudo, que também afeta os colmos em desenvolvimento. Eles conseguem reduzir a longevidade do canavial, pois possuem uma disseminação extremamente rápida e letal para a planta.

A saída mais indicada é a destruição da soqueira, mantendo a área livre de plantas por um tempo.

Cuidados para evitar pragas

O controle de pragas da cana-de-açúcar pode acontecer de diversas formas, como:

  • Controle biológico;
  • Rotação das culturas;
  • Eliminação das ervas daninhas;
  • Utilização de pesticidas naturais;
  • Irrigação da cana-de-açúcar constante para o solo e saúde da planta.

A melhor maneira de irrigar o canavial e evitar pragas é pelo carretel. Por isso, se quiser saber mais sobre o carretel de irrigação, entre em contato com a Irrigat e tenha o melhor equipamento para a sua lavoura!

Banner Blog 720x180 3