Plantação de quiabo: características e boas-práticas para o seu cultivo

Milho verde colhido e amontoado.

Muito conhecido e consumido no Brasil, o quiabo é bastante versátil e produtivo para o clima do nosso país. Com isso, ter uma cultura dedicada para esse fruto é um ótimo investimento para ter um retorno positivo com bastante lucro.

Para que essa tarefa seja muito mais simples, separamos algumas dicas e boas práticas para alcançar sucesso com a sua plantação de quiabo. Anote nossas recomendações pensadas exclusivamente pelos especialistas IRRIGAT que escrevem para o blog.

Excelente leitura!

Aprendendo sobre a plantação de quiabo

A plantação de quiabo tem algumas características importantes a serem levadas em consideração para o sucesso do plantio. A semeadura pode ser feita por maquinário, necessitando apenas manter a distância de 1m a 1,2m entre linhas e 0,2m a 0,5m entre plantas.

No caso da semeadura manual, um bom espaçamento deve ser de 1,2m por 0,5m, com 3 a 5 sementes por cova aberta. Nessa situação, indicamos que haja o desbaste de até 2 plantas por ponto de semeadura.

Agora, se você quiser começar com menos intensidade, a semeadura da plantação de quiabos pode ser feita em bandejas e, quando atingirem de 10 a 15cm de altura, serem colocadas no lugar definitivo.

Solo mais adequado para iniciar uma plantação de quiabo

Em relação ao solo, é ideal que:

  • Tenha uma textura conhecida como argilo-arenosa;
  • Seja fértil e permeável para que o quiabo cresça saudável;
  • Bem drenado para que a água seja aproveitada pela planta;
  • Rico em matéria orgânica que ajuda nos nutrientes.

O quiabo é originário da África, sendo trazido ao Brasil e tendo se adaptado muito bem ao clima de diversas regiões do país. No entanto, é importante realizar a calagem do solo para que a terra fique bem adubada e rica para os quiabos que irão se desenvolver.

Boas-práticas de plantio

Para ter mais sucesso com os quiabos, é importante adicionar na rotina algumas boas práticas. A capina da plantação deve ser realizada para que a cultura cresça no limpo, seguindo as recomendações técnicas.
Muito conhecido e consumido no Brasil, o quiabo é bastante versátil e produtivo para o clima do nosso país. Com isso, ter uma cultura dedicada para esse fruto é um ótimo investimento para ter um retorno positivo com bastante lucro.

Para que essa tarefa seja muito mais simples, separamos algumas dicas e boas práticas para alcançar sucesso com a sua plantação de quiabo. Anote nossas recomendações pensadas exclusivamente pelos especialistas IRRIGAT que escrevem para o blog.

Excelente leitura!

Aprendendo sobre a plantação de quiabo

A plantação de quiabo tem algumas características importantes a serem levadas em consideração para o sucesso do plantio. A semeadura pode ser feita por maquinário, necessitando apenas manter a distância de 1m a 1,2m entre linhas e 0,2m a 0,5m entre plantas.

No caso da semeadura manual, um bom espaçamento deve ser de 1,2m por 0,5m, com 3 a 5 sementes por cova aberta. Nessa situação, indicamos que haja o desbaste de até 2 plantas por ponto de semeadura.

Agora, se você quiser começar com menos intensidade, a semeadura da plantação de quiabos pode ser feita em bandejas e, quando atingirem de 10 a 15cm de altura, serem colocadas no lugar definitivo.

Solo mais adequado para iniciar uma plantação de quiabo

Em relação ao solo, é ideal que:

  • Tenha uma textura conhecida como argilo-arenosa;
  • Seja fértil e permeável para que o quiabo cresça saudável;
  • Bem drenado para que a água seja aproveitada pela planta;
  • Rico em matéria orgânica que ajuda nos nutrientes.

O quiabo é originário da África, sendo trazido ao Brasil e tendo se adaptado muito bem ao clima de diversas regiões do país. No entanto, é importante realizar a calagem do solo para que a terra fique bem adubada e rica para os quiabos que irão se desenvolver.

Boas-práticas de plantio

Para ter mais sucesso com os quiabos, é importante adicionar na rotina algumas boas práticas. A capina da plantação deve ser realizada para que a cultura cresça no limpo, seguindo as recomendações técnicas.

As principais pragas que podem atacar as plantações de quiabo são os ácaros e nematódeos, por isso, verificar constantemente e cuidar do cultivo é essencial para seu desenvolvimento.

Irrigação para plantação de quiabo

Mesmo que o quiabo tenha se adequado ao clima do Brasil, a irrigação é parte essencial para que a plantação cresça. Apesar de serem resistentes, durante os períodos de seca é importante não depender da chuva e contar com um equipamento simples para garantir água o ano todo para a sua propriedade.

Aqui na IRRIGAT você encontra modelos de irrigação por carretel que trabalha com um sistema de irrigação autopropelido de aspersão, que imita a ação da chuva. Porém, nesse caso, ela consegue ser mais precisa e permite uma maior produtividade para plantação de quiabo e outros tipos de cultura.

Quer saber mais e garantir uma colheita de quiabo muito maior? Entre em contato com a equipe IRRIGAT e encontre o modelo desenvolvido por nós que é perfeito para a sua propriedade e necessidades!

Banner Blog 720x180 3