Pequeno produtor: como aumentar a produtividade através do manejo de gado?

Manejo de gado

O manejo adequado do gado é um aspecto fundamental para a produtividade, principalmente do pequeno produtor. Isso porque essas práticas envolvem uma série de cuidados voltados para o bem-estar e saúde dos animais. Ou seja, consequentemente, influencia na qualidade do produto final.

Além disso, na realidade dos pequenos produtores, é essencial considerar práticas viáveis que se ajustem às suas condições de recursos e infraestrutura.

Por isso, neste texto, exploraremos algumas das práticas de manejo mais acessíveis e relevantes para pequenas propriedades. Veja mais!

O que é manejo de gado e qual a sua importância?

O manejo de gado é um conjunto de práticas e técnicas utilizadas na criação e cuidado do gado, com o objetivo de promover seu bem-estar, saúde e produtividade.

Ou seja, envolve uma série de atividades, como alimentação adequada, fornecimento de água, controle de doenças, reprodução, pastagem, controle de parasitas, vacinação, identificação dos animais, entre outros.

Em suma, a importância do manejo de gado para o pequeno produtor traz os seguintes benefícios:

👉 Bem-estar animal: um bom manejo garante condições adequadas de vida e bem-estar para o gado, minimizando o estresse e prevenindo doenças.

👉 Saúde animal: as medidas de prevenção de doenças, como a vacinação regular, o controle de parasitas e a adoção de boas práticas sanitárias, ajudam a evitar a propagação de doenças e reduzir a mortalidade do rebanho.

👉 Eficiência produtiva: contribui para o aumento da eficiência na produção animal, ao fornecer uma alimentação balanceada, por exemplo, os animais têm melhores condições para o crescimento, ganho de peso e produção de leite.

👉 Qualidade dos produtos: também influencia diretamente a qualidade dos produtos de origem animal, como carne, leite e derivados, pois os animais saudáveis e bem cuidados tendem a produzir alimentos de melhor qualidade.

Quais práticas são mais viáveis aos pequenos produtores?

Para os pequenos produtores, algumas práticas de manejo de gado podem ser mais viáveis em termos de recursos e infraestrutura disponíveis. Abaixo, algumas das opções com melhor custo-benefício para você:

Alimentação adequada

Os pequenos produtores podem buscar estratégias de alimentação eficientes e econômicas, como:

  • a utilização de pastagens nativas ou cultivadas;
  • o aproveitamento de áreas de capineira;
  • a suplementação estratégica com concentrados ou subprodutos agrícolas locais;
  • entre outros.

A utilização de sistemas de pastejo rotacionado também pode maximizar o uso dos recursos forrageiros disponíveis.

Irrigação do pasto

A irrigação de pastagens representa uma valiosa estratégia para os agricultores manterem os níveis de produção, mesmo em períodos de seca. Seu objetivo primordial consiste em suprir a ausência de chuvas e, consequentemente, preservar as condições ideais do pasto.

Acesso à água

Garantir o acesso dos animais a água limpa e de qualidade é fundamental. Os pequenos produtores devem buscar soluções acessíveis para fornecer água aos animais, como o aproveitamento de nascentes, a construção de bebedouros ou o uso de sistemas de irrigação.

Manejo sanitário

O controle e prevenção de doenças são essenciais para a saúde do rebanho.

O ideal é buscar orientação junto a veterinários locais ou órgãos de assistência técnica para implementar um programa sanitário básico, incluindo vacinação e controle de parasitas.

Não deixe de considerar as práticas de manejo de gado

Em conclusão, o manejo adequado do gado é essencial para os pequenos produtores que buscam melhorar a produtividade e qualidade da sua criação. Contudo, mesmo que possam enfrentar limitações de recursos e infraestrutura, ainda existem práticas viáveis e que podem ser implementadas aos poucos ao longo do ano.