Calcário em pastagem: vale a pena investir?

imagem de pasto com a câmera bem próxima.

O solo é uma das partes mais importantes para o sucesso de uma plantação, principalmente quando falamos de pastagens. Esse tipo de cultivo precisa absorver bastantes nutrientes da terra, pois essas vitaminas são essenciais para os animais ficarem mais fortes.

Dentro disso, muito se discute sobre o uso do calcário em pastagem, afinal, será que essa prática deixa o solo mais forte e resistente? Vale a pena investir nesse tipo de método para plantação de pastagem? Continue a leitura desse artigo aqui no blog IRRIGAT e saiba mais!

Pode usar calcário em pastagem?

Um dos grandes desafios na criação de animais é oferecer uma alimentação rica e completa com pasto. Alguns produtores mesclam o uso da ração com as forragens, deixando assim sua dieta completa e nutricionalmente completa, da forma que os animais precisam.

Para que o calcário em pastagem seja adicionado da maneira correta é importante fazer uma análise no solo profunda. Após o resultado, você conseguirá saber qual a melhor quantidade e distribuição do calcário na pastagem.

Ou seja, sim, o calcário pode ser usado na pastagem e ele efetivamente ajuda a potencializar a produção. Ainda que haja diferentes climas e tipos de solo, o calcário deixa o solo mais fértil para a sua produtividade.

Alinhado com a técnica de pastejo rotacionado, esse tipo de calagem deixa o capim verdinho em pouco tempo e garante alimentação durante todos os climas do ano.

Principais benefícios dessa prática

Para te mostrar na prática as vantagens de adicionar calcário na pastagem, separamos alguns benefícios que farão a diferença no dia a dia dos seus negócios:

  • Alto retorno econômico:
  • Gado de corte muito mais forte e saudável para a venda;
  • Melhora expressiva na fertilidade do solo;
  • Qualidade da pastagem elevada;
  • Mais pasto para os animais;
  • Possibilidade de aumentar a produção em alta escala;
  • Nutrição vegetal completa para o gado;
  • Mais produção na pecuária voltada para o gado leiteiro, entre outros.

Quanto aplicar por hectare e cuidados

Para que essa ação tenha o sucesso esperado, fazer a incorporação do calcário da maneira correta é extremamente importante. Caso você deseje corrigir a fertilidade do solo de forma segura, é ideal aplicar 1000 a 1200 kg de calcário sem incorporá-lo.

Mas, verifique sempre o resultado recomendado após a análise do solo. Caso haja deficiência de calcário e fósforo, por exemplo, você pode aplicar duas toneladas de calcário de uma vez para ter uma correção mais imediata.

No caso de necessitar do calcário para corrigir a acidez do solo, o processo é mais demorado, porém aos poucos os resultados vão se normalizando.

Irrigação com calcário em pastagem

Segundo os especialistas, a correção do solo deve ser feita durante o período mais úmido do ano, geralmente entre outubro e novembro. Nesse caso, ao contar com um sistema de irrigação é mais fácil ter controle sobre o melhor momento para adicionar o calcário na pastagem.

Além de ser uma grande aliada para a aplicação da calagem, a irrigação em pastagem possui inúmeros benefícios que ajudam a aumentar a produtividade e deixar a forragem sempre verde.

Se você não quer depender mais das chuvas, conheça o carretel de irrigação da IRRIGAT, um equipamento completo que fará a diferença nos seus negócios. Venha conhecer mais e escolher o modelo perfeito para a sua necessidade!