Semeadura de nuvens: como produzir a própria chuva é uma solução para a seca e a estiagem

Semeadura de nuvens

A época de seca e estiagem é uma das mais delicadas para os produtores, principalmente em regiões semiáridas do Brasil.

Comprometendo a saúde da plantação e o investimento, os agricultores tentam de diferentes maneiras conseguir armazenar e contar com a água em todos os momentos do ano e, uma das técnicas conhecidas, é a de semeadura das nuvens.

Se você nunca ouviu falar desse método ou quer saber mais sobre a técnica, acompanhe esse conteúdo, vamos mostrar o que é de fato esse procedimento e quais seus principais desafios. Excelente leitura!

O que é a semeadura “de nuvens”?

A técnica de semeadura de nuvens, também conhecida como chuva artificial, é uma maneira de levar água em lugares secos por um processo químico que estimula a produção da chuva.

A intenção da semeadura é aumentar a precipitação e criar núcleos de condensação, geralmente adicionando iodeto de prata e gelo seco nas nuvens. Esse processo pode ser feito com uso de aviões e foguetes ou também com canhões que disparam os ingredientes nas nuvens.

Essa técnica tem mais de 50 anos de criação, sendo amplamente implementada em países com um clima mais seco e com menor incidência de chuva, principalmente na China, Índia e Emirados Árabes.

Semeadura de nuvens no Brasil

Aqui no Brasil, a semeadura de nuvens começou o seu período de experimentação no Ceará em 1950. A ideia era diminuir os estragos causados pelos longos períodos de estiagem, mas, nos anos 2000, esse programa foi encerrado por não trazer grandes efeitos no solo e nas plantações.

Anos mais tarde, em meio a seca sofrida pela região da Bahia, o projeto de semeadura de nuvens foi retomado pela secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e outros interessados. Os resultados desse projeto foram bastante positivos, salvando a lavoura de diversos produtores baianos, porém, por conta do alto custo, tornou a continuidade inviável.

Desafios de implementação dessa técnica

A semeadura das nuvens é bastante interessante para agricultores que querem melhorar a sua produção agrícola, possibilitando que o solo seja irrigado com a água da chuva, ajudar diferentes regiões e tipos de plantio importantes para a economia do país, porém o seu custo e seus efeitos para natureza são bastante altos.

Segundo recentes estudos apontaram, a semeadura das nuvens tem grandes chances de causar males para o meio ambiente por conta da mistura química adicionada nas nuvens. O iodeto de prata utilizado pode acabar acumulando na natureza, causando doenças e problemas.

Dependendo da região e da quantidade de chuva causada, outro perigo é da técnica ocasionar inundações e temporais que podem prejudicar a população.

Para todo o caso, além de provocar a chuva, é importante também armazenar a água de maneira correta para que possa utilizá-la em momentos diferentes. Com uma reserva boa, é possível instalar um sistema de irrigação, como o da Irrigat, que é ideal para pequenos e médios produtores.

Sistema de irrigação da Irrigat
Fonte: Irrigat

Assim, você depende menos da chuva e consegue realizar uma irrigação por carretel completa em sua propriedade. Venha conhecer nossos produtos, entre em contato e converse com a nossa equipe!

Banner Blog 720x180 3