7 tipos de adubos para usar em sua propriedade rural

Tipos de adubos

Os produtores rurais têm à disposição uma variedade de adubos e fertilizantes para melhorar a qualidade do solo e aumentar a produtividade de suas culturas. Esses adubos podem ser classificados em várias categorias com base em suas composições e modos de ação

Alguns dos tipos de adubos mais comuns, incluem:

1 – Adubos orgânicos

Adubos orgânicos são materiais de origem vegetal, animal ou microbiana que, após passarem por um processo de decomposição, são utilizados para melhorar a fertilidade do solo e fornecer nutrientes essenciais às plantas.

Trazendo para a agricultura, os de uso mais comuns, são:

🌱 Estrume: resíduos animais composto, principalmente, de fezes, que após decomposição se tornam um excelente fertilizante orgânico.

🌱 Composto: matéria orgânica de origem vegetal ou animal decomposta de forma controlada para produzir um adubo rico em nutrientes.

Uma prática muito comum, inclusive, é o uso de um sistema de fertirrigação para distribuir na plantação a mistura do adubo orgânico diluído na água. Na prática, é unir dois recursos indispensáveis em um único mecanismo, o que não só é inteligente, como tem um ótimo custo-benefício.

Se você ainda conhece pouco sobre essa prática, indicamos a leitura do nosso conteúdo que explica o que é fertirrigação, com os benefícios e o melhor sistema para pequenos produtores.

2 – Adubos minerais

Então, já ouviu falar dos tais “fertilizantes”? Pois é, os adubos minerais, ou fertilizantes minerais, são produtos químicos compostos por nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento saudável das plantas. 

Esses nutrientes são extraídos de depósitos minerais ou sintetizados em laboratório e são formulados de maneira a fornecer uma fonte concentrada e prontamente disponível de elementos nutritivos para as plantas.

Os mais comuns na agricultura, são:

🌱 Nitrogenados: contêm nitrogênio, um nutriente essencial para o crescimento das plantas. Exemplos incluem ureia, nitrato de amônio e sulfato de amônio.

🌱 Fosfatados: fornecem fósforo, necessário para o desenvolvimento das raízes e para a formação de flores e frutos. Superfosfato simples e superfosfato triplo são exemplos.

🌱 Potássicos: contém potássio, que ajuda na regulação hídrica das plantas e no desenvolvimento de frutos. Sulfato de potássio e cloreto de potássio são exemplos.

🌱 Micronutrientes: são adubos que fornecem pequenas quantidades de elementos essenciais, como ferro, zinco, cobre, manganês, entre outros.

3 – Adubos de liberação controlada

São formulados para liberar os nutrientes gradualmente ao longo do tempo, proporcionando uma nutrição mais consistente às plantas. Podem ser usados para evitar a lixiviação de nutrientes.

4 – Adubos de cobertura e de base

Os de cobertura são aplicados durante o crescimento da cultura para suprir nutrientes em momentos específicos de maior necessidade. Os de base são aplicados antes do plantio ou semeadura para preparar o solo.

5 – Adubos líquidos e solúveis

São dissolvidos em água antes da aplicação, permitindo uma distribuição uniforme dos nutrientes na área da cultura.

6 – Adubos específicos para culturas

Alguns adubos são formulados para atender às necessidades específicas de determinadas culturas, considerando seus requisitos nutricionais particulares.

7 – Adubos biológicos

Incluem bactérias, fungos e outros microorganismos benéficos que podem melhorar a saúde do solo e a disponibilidade de nutrientes para as plantas.

Conheça o Ecoirrigat

O Ecoirrigat é o nosso sistema de fertirrigação. Além da irrigação, é possível utilizar qualquer tipo de adubo na aplicação, fazendo irrigação e adubação ao mesmo tempo. Conheça!

Banner Blog 720x180 3