Gado Angus: tudo o que o criador precisa saber

gado pastando ao fundo com o fucinho de um gado olhando para a câmera

Uma das mais famosas raças de corte é o Gado Angus, um animal que chega a grandes quantidades de peso, além de uma carne de extrema qualidade, apreciada em muitos lugares do mundo.

Esse tipo de criação é típico das regiões sul e centro-oeste do Brasil. Isso se dá ao clima que favorece o desenvolvimento do gado, além do crescimento saudável do pasto.

Hoje, vamos falar um pouco sobre esse tipo de gado de corte, trazendo os principais pontos que você precisa saber para ter uma boa criação e por que escolher essa espécie.

Um pouco da história e características do gado Angus

Originária da Escócia, também é conhecida como Aberdeen-Angus, em homenagem à região escocesa onde foi criada. Há várias teorias sobre o seu “nascimento”: alguns acreditam que a raça começou através da união artificial de duas outras raças de regiões diferentes da Escócia, a Aberdeen e a Angus.

Entretanto, há aqueles que acreditam que o gado é consequência da seleção natural, que há muito tempo vive na região de Aberdeen na Escócia.

Independentemente da teoria sobre sua origem, é importante relatar que os criadores optaram por investir nesses animais em razão da facilidade de manutenção do seu peso, temperamento moderado, estrutura mediana e pela excelente qualidade da carne.

Hoje, com os avanços de estudos na raça, além destas características, podemos citar como vantagens do Angus o amadurecimento precoce do novilho, permitindo um tempo menor de estágio de abate, o que gera uma rotatividade considerável.

Além disso, é um animal com facilidade adaptativa considerável em climas extremos, o que permite a sua criação em diferentes regiões do mundo. Mas, as vantagens não param por aqui.

Por exemplo, a carne é um fator importantíssimo para criação.

E nesse caso, é um animal com gorduras subcutâneas de espessuras que ficam entre 3mm e 6mm. Isso permite um marmoreio bem feito da carne, além de garantir mais maciez, sabor e qualidade ao produto final.

Pastagem mais adequada ao gado Angus

Como é um gado de crescimento precoce, necessita de uma maior rotatividade de piquetes ou porções de terra disponíveis para desenvolvimento de pasto. Por isso, uma administração estratégica é primordial durante todo o ano.

E como podemos garantir isso? É mais simples do que você imagina.

O primordial para você garantir essa rotação de pasto é um sistema de irrigação. De preferência móvel, para você ter economia a longo prazo e não ter que lidar com fatores negativos como a compactação do solo.

Caso você não conheça nenhuma opção, conheça o carretel da IRRIGAT, ideal para pequenos e médios criadores, levando a disponibilidade hídrica necessária para um pasto saudável e que cresça o ano todo.

E se quiser saber mais sobre o assunto, veja o nosso conteúdo sobre irrigação de pastagens, como benefícios e opções de sistemas.

Conclusão

O gado Angus é de fácil gerenciamento de peso, com amadurecimento precoce e boa adaptabilidade em climas extremos. Ademais, para levar um bom pasto a esses animais, basta investir em um sistema de irrigação para a sua pastagem.

Gostaria de mais informações sobre o mundo do agronegócio? Acesse já o Blog da IRRIGAT!