3 formas eficientes de evitar a erosão hídrica causada pela irrigação

Vsão aproximada de uma plantação com plantas em desenvolvimento.

A erosão hídrica é um problema sério para a agricultura, pois pode afetar a fertilidade do solo, a qualidade dos cultivos e a produtividade da propriedade. Além disso, a erosão do solo pode levar ao assoreamento de rios e ao desaparecimento de lagos, afetando a disponibilidade de água para a irrigação e outros usos.

Ainda, em alguns casos, esse problema pode até mesmo levar à desertificação de áreas que antes eram produtivas. Mas, felizmente, há várias estratégias que podem ser implementadas para prevenir a erosão durante a irrigação. Veja as principais:

1 – Plantação de forrageiras e contenção

Uma forma eficaz de prevenir a erosão hídrica é a plantação de forrageiras. Nessa prática, precisamos nos atentar a algumas questões, como:

  • Escolha das plantas adequadas: é importante escolher plantas forrageiras que tenham raízes profundas e sólidas, pois elas ajudam a estabilizar o solo e protegê-lo contra a erosão hídrica.
  • Planeje a disposição das plantas: um planejamento cuidadoso sobre a disposição das plantas forrageiras é de grande ajuda, pois é preciso colocá-las de maneira a minimizar a exposição do solo à água.
  • Construa estruturas de contenção: é possível construir estruturas de contenção, como diques, valas de contenção ou terraços, para proteger o solo contra a erosão hídrica. Essas estruturas ajudam a desviar a água e previnem o arraste do solo pelo excesso de água.

2 – Manejos relacionados a irrigação e ao solo

Existem várias medidas de manejo que podem ser tomadas para evitar ou controlar a erosão hídrica causada pela irrigação. As principais, são:

  • Rotacionar as culturas: pode ajudar a proteger o solo contra a erosão hídrica, pois permite que diferentes tipos de plantas cubram a terra em diferentes momentos, protegendo-o da ação da água.
  • Evitar a compactação do solo: a compactação pode aumentar a erosão hídrica, pois impede que a água penetre na terra, tornando-a mais propensa a correr na superfície. Para evitar esse tipo de situação, é importante adotar práticas agrícolas que minimizem o tráfego de veículos pesados sobre o solo e que mantenham a estrutura do solo saudável.
  • Irrigar pela manhã: irrigar pela manhã, quando a temperatura e a umidade são mais baixas, ajuda a minimizar a evaporação da água e a reduzir o risco de erosão hídrica. Além disso, a água aplicada pela manhã tem mais tempo para se infiltrar no solo antes de a temperatura aumentar.
  • Evitar irrigação à tarde: já a irrigação à tarde pode aumentar o risco de erosão hídrica, pois a água pode correr na superfície do solo devido às altas temperaturas e baixa umidade. Sendo assim, a água aplicada à tarde tem menos tempo para se infiltrar no solo antes de a noite chegar.

3 – Sistema adequado para a irrigação

A escolha do sistema de irrigação ideal para evitar a erosão hídrica depende de diversos fatores, incluindo o tipo de solo, o clima, o tipo de cultura e as características do terreno.

Veja algumas dicas para garantir uma escolha mais eficiente nesse quesito:

  • Análise do solo: é importante realizar uma análise do solo para identificar suas características, como permeabilidade, textura e pH. Isso ajudará a determinar qual sistema de irrigação é mais adequado para evitar a erosão hídrica.
  • Tipo de cultura: o tipo de cultura que será cultivado também influenciará na escolha do sistema de irrigação. Por exemplo, as culturas que exigem mais água terão necessidades diferentes das culturas que precisam de menos água.
  • Características do terreno: as características do terreno, como inclinação, topografia e presença de cursos d’água, devem ser consideradas na escolha do sistema de irrigação.
  • Eficiência hídrica: lembre-se de escolher um sistema de irrigação que seja eficiente em termos de uso de água, evitando desperdício e contribuindo para a preservação dos recursos hídricos.
  • Custo: o custo do sistema de irrigação também deve ser considerado na escolha. Alguns sistemas podem ser mais caros, mas oferecem melhor desempenho e eficiência hídrica.

Além disso, o ideal é que o sistema escolhido passe por manutenções regulares para garantir sua eficiência e evitar problemas de erosão hídrica. Em caso de dúvidas, é recomendável procurar ajuda de um especialista em irrigação ou de um profissional de engenharia agrícola.

Chegou a hora de conhecer uma irrigação viável para você

Todas as dicas que trouxemos até aqui passam por um sistema de irrigação eficiente, que irá facilitar todos os procedimentos de manejo e plantio de forrageiras.

Saiba mais em nossa página sobre o carretel de irrigação, solução responsável pelo modelo de irrigação autopropelida, indicado para pequenos e médios produtores.

Banner Blog 720x180 3