fbpx

Safra e safrinha: diferenças e dicas de plantio

Safra e safrinha

Você já ouviu falar sobre safra e safrinha?

Por mais que esses termos pareçam um pouco confusos, eles estão associados às culturas anuais e têm relação à época do plantio e à expectativa de produção.

Aqui, vale lembrar que a produção agrícola ocorre ao longo de um ano, mas não necessariamente começa em janeiro e termina em dezembro. A verdade é que tudo vai depender da cultura a ser cultivada — então, nesse caso, o ano pode sim começar em julho e terminar em junho, por exemplo.

Dito isso, vamos entender mais sobre safra e safrinha?

O que é uma safra

Normalmente, a safra se refere ao primeiro ciclo de plantio e colheita — sendo, também, o mais lucrativo para os agricultores.

Aqui, o plantio é feito na época de chuva, que vai de outubro a dezembro, com condições climáticas que favorecem o desenvolvimento das culturas — temperatura, umidade e luminosidade.

É importante ressaltar que, geralmente, os produtores investem mais na safra, já que o potencial de produção e de retorno financeiro é bem maior.

E a entressafra?

A entressafra nada mais é que o período entre o fim da colheita principal e o início da próxima. É aqui que a fazenda deve ser organizada e preparada para a próxima safra.

O que é uma safrinha

Já a safrinha, que vem logo após a safra, tem seu nome no diminutivo porque, geralmente, a produtividade e a lucratividade são menores, principalmente pelas condições de luminosidade e os riscos de veranico.

Essa costuma ser uma boa alternativa para que o agricultor tenha recursos financeiros para poder trocar os negócios.

Milho safrinha

Ao falarmos em safrinha, o primeiro cultivo que pensamos é o do milho safrinha. Isso porque a produtividade média dessa lavoura é muito semelhante à da safra, sendo que a produção e a área plantada podem chegar até o dobro se comparadas com a safra.

Além disso, na safrinha, o ciclo do milho pode durar mais devido à baixa temperatura e luminosidade, e o plantio pode ocorrer entre janeiro e abril, logo depois da colheita da soja — mas isso depende muito da região.

Soja safrinha

Por mais interessante que pareça cultivar a soja na safrinha, é preciso tomar cuidado com alguns pontos.

Nesse caso, as condições de fotoperíodo, pluviosidade e temperatura não são as melhores — o que torna complicada a situação de pragas, plantas daninhas, insetos e doenças, principalmente por faltarem informações sólidas sobre a adubação da cultura nessa época.

Agora que entendemos como safra e safrinha funcionam, é muito importante dizer que é preciso ter um bom planejamento para que o plantio e a condução da lavoura sejam realizados de maneira eficiente.

E, por mais que a safra ofereça melhores condições e maiores produtividades, nem sempre é assim — como vimos o caso do milho, que costuma ter uma produção e tanto na safrinha!