fbpx

O que torna um solo fértil? Conheça os principais fatores

O que torna um solo fértil? Conheça os principais fatores

Manter o solo fértil é fundamental para garantir a alimentação humana e animal, além de contribuir para a produção de combustíveis e para a biodiversidade. Por isso, essa deve ser uma preocupação dos empresários do setor agrícola.

Entretanto, apesar da importância da terra, cerca de 33% dos solos do planeta estão moderada ou fortemente degradados, segundo a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Isso acarreta prejuízos em larga escala na produção de alimentos ao redor do mundo e no setor agrícola.  

O solo é fundamental para a lavoura, pois, sem ele, não há como a planta se desenvolver. Por desconhecimento, alguns produtores agrícolas podem não saber o que é solo fértil. Entretanto, entender os fatores que influenciam a qualidade da terra é importante para aplicar ações que possam devolver a fertilidade. Confira!

O que torna um solo fértil?

Controlar as taxas de erosão do solo, preservar a cobertura vegetal e reduzir a salinização e a alcalinização do solo são algumas ações que podem ser feitas para ter uma produção agrícola de qualidade. Se você está em dúvida do que é composto o solo fértil, confira os próximos tópicos. 

Nutrientes nas quantidades corretas 

O solo deve ter nutrientes em níveis adequados para a planta se desenvolver de forma saudável. Esses elementos são absorvidos pelas raízes, pelas águas e pelo CO2 da fotossíntese. Além disso, 17 macronutrientes e micronutrientes devem ser fornecidos para o cultivo. 

Contudo, nem todos os solos são naturalmente nutritivos por diversas razões. Assim, os produtores rurais procuram melhorar o espaço de plantação por meio de compostos químicos e insumos para transformar esse ambiente em uma produção agrícola de qualidade, a longo prazo.

Dessa forma, realizar a fertilidade do solo e o manejo de nutrientes corretos por meio da adubação é uma das atividades essenciais para uma safra produtiva. Esse processo pode ser feito por meio da fertirrigação, técnica que unifica a irrigação e a fertilização do solo em um mesmo equipamento. 

Reduzir a erosão do solo 

A erosão do solo é um problema comum na agricultura, que impede a fertilidade. A degradação é causada por fatores naturais, mas também é influenciada pelas atividades humanas. Quando esse fenômeno acontece, a terra perde nutrientes minerais e orgânicos, o que impacta severamente a produção agrícola. 

Assim, quanto maior for a taxa de erosão do solo, menos fértil ele será. Felizmente, esse problema pode ser mitigado por meio de modelos de plantações sustentáveis. Uma delas é o Sistema de Plantio Direto (SPD), técnica de semeadura na qual a semente é colocada sem aração ou dragagem. 

Além disso, para a manutenção do solo fértil dedicado à produção agrícola, é essencial que o agricultor mantenha plantas na cobertura da superfície da terra e evite a remoção de resíduos orgânicos ou inorgânicos.

Reduzir a erosão do solo

 

Nível adequado de pH 

O pH (potencial hidrogeniônico) indica o nível de acidez ou alcalinidade da terra. As plantas necessitam de uma acidez neutra, que varia entre 6,0 a 6,8. Quando um terreno apresenta essa taxa, é sinal de que é fértil. 

Entretanto, os solos do Brasil são naturalmente mais ácidos, o que causa um problema para os produtores agrícolas. Um dos motivos disso é a ausência de quantidades adequadas dos elementos vitais para o solo, como cálcio e potássio. Por isso, ao identificar a acidez do solo, é preciso realizar ações de correção do pH. 

Calagem

O que torna o solo fértil é a realização da calagem. Essa técnica ajuda a corrigir a acidez da terra de uma produção agrícola, além de fornecer cálcio e magnésio para o crescimento saudável das plantas.

A calagem é um processo de preparação do solo fértil com aplicação de calcário.  Esse processo serve para atender à demanda de nutrientes do solo. Há várias vantagens para o produtor investir nessa técnica, mas ela não deve ser feita sem a orientação de um profissional, pois o efeito pode ser negativo. 

Planejamento agrícola

Muitos agricultores perdem safras de plantio ou até mesmo pastagem por falta de planejamento e conhecimento a respeito do solo no qual investem. Assim, é muito importante que os produtores conheçam bem as terras que serão usadas para a agricultura, para gerar lucro e administrá-las corretamente.

A análise da terra é uma das técnicas fundamentais para avaliar as características de um solo fértil. Dessa forma, é possível observar a fertilidade por meio da coleta de amostras que indicam as quantidades corretas do adubo e da aplicação de calcário. Antes de começar o plantio, é fundamental realizar esse processo. 

Água

Outro fator decisivo para adicionar mais nutrientes ao terreno e, consequentemente, deixar o solo fértil, é a água. Como ela é um elemento vital para qualquer ser vivo, é muito importante saber como direcioná-la na produção agrícola.

A água reduz os níveis de salinização e torna o solo fértil, além de entregar nutrientes importantes para o desenvolvimento da planta. Uma ótima maneira de atender às necessidades hídricas do plantio e do solo é por meio da irrigação. 

A irrigação garante segurança ao agricultor em períodos de estiagem, além de proporcionar mais produtividade e qualidade na safra, otimizar a aplicação de fertilizantes e melhorar o manejo da irrigação para atender às necessidades hídricas do cultivo.  

Invista na irrigação e garanta o solo fértil da sua produção

O solo é bem dinâmico, não é mesmo? Como você conferiu, a água é fundamental para torná-lo fértil. Por isso, conheça os sistemas de irrigação por carretel IRRIGAT, voltados para pequenos e médios agricultores e criadores. 

De fácil instalação, manutenção e manejo, o IRRIGAT (até 12 hectares) e o IRRIGATINHO (até 5 hectares) garantem a produtividade o ano inteiro. Eles podem ser usados para praticamente todos os tipos de cultivo e se adaptam às mais variadas topográficas. Acesse o site e conheça os equipamentos.