fbpx

Solo alcalino: dicas para lidar com o pH em seu cultivo

Solo alcalino

O solo alcalino é indício de pH desregulado, o que também significa que os nutrientes que a planta necessita para se desenvolver não estão presentes na quantidade ideal.

Ou seja, podemos concluir que um solo alcalino não é um fator positivo, é um problema que deve ser enfrentado antes mesmo do processo de semeadura. E esse problema influencia diretamente no desenvolvimento da planta.

Vamos te apresentar algumas soluções interessantes, que vão lhe ajudar a tratar e identificar os problemas gerados por essa questão.

pH do solo

O principal indício de um solo alcalino é a desproporcionalidade do pH. Essa questão é medida através da quantidade de hidrogênio presente, em uma escala que vai de 1 a 14, sendo 7 o termo médio, ou seja, um solo neutro.

Quando encontramos um resultado dentro da escala de 1 a 6 temos um solo ácido, onde há um déficit de hidrogênio e uma sobrecarga de alumínio, fazendo com que a planta tenha um desenvolvimento prejudicado.

Quando a escala se apresenta entre 8 e 14, temos lotação de partículas de hidrogênio, o excesso fazendo com que dificulte a entrada de oxigênio, elemento principal para desenvolvimento.

Portanto, a dica é bem simples: com o estudo do solo e as quantidades de pH identificadas, temos que o solo deve ter taxas neutras entre 6 e 8. Esse é o ponto ideal para que não haja qualquer barreira para o recolhimento de nutrientes para seu desenvolvimento.

Solo alcalino

O solo alcalino é o tipo mais comum em regiões secas e áridas. Sua principal característica é a presença forte de elementos como o cálcio e o alumínio, que geram uma grande resistência para o tratamento e alteração do pH, trazendo muitas dificuldades para os produtores.

Para identificar esses problemas, há duas maneiras: o estudo do solo e a verificação de clorose na plantação.

Portanto, a fim de evitar esse mal, o estudo de solo se faz necessário, principalmente no período de semeadura. É um gasto que deve ser despendido em vista do futuro prejuízo que um solo alcalino pode gerar.

Já a clorose é visivelmente identificada, através da coloração e ressecamento das plantas. É uma espécie de anemia.

Os tratamentos mais indicados para solo alcalino são a adição de enxofre elementar, uréia revestida de enxofre, adubações nitrogenadas, adição de matéria orgânica e adubação verde.

Mas atente-se, faça o estudo do solo antes da aplicação de um destes produtos. Há quantidades certas a serem observadas e elas precisam ser respeitadas.

Outro fator que também contribui muito para evitar um solo alcalino é a irrigação. A falta desta ou até mesmo a insuficiência de água deixa o solo mais propício à alcalinização. Por esse motivo, a grande dica é investir em um bom sistema, mantendo o seu solo fértil, produtivo e resistente a problemas como esse.

Falando nisso, temos aqui um texto bem interessante para você se inteirar mais desse assunto: Irrigação automática de baixo custo: é possível economizar na produção agrícola?

Gostou das nossas dicas? Temos muitas outras no Blog da IRRIGAT, acesse nosso blog e não perca as nossas dicas.