Descubra aqui os riscos do poço caipira

Poço caipira: conheça os riscos desse tipo de poço artesiano

Perfurar um poço caipira diversas vezes pode ser a única maneira para conservar a estabilidade no abastecimento de água em suas terras e, desse modo, assegurar o avanço do seu agronegócio.

Porém, existem muitos fatos — contaminação, acidentes — que vão contra este tipo de investimento. Com isso, é preciso saber se vale ou não a pena gastar dinheiro com um sistema que poderá trazer problemas em algum momento de suas atividades.

Pensando nisso, decidimos criar um artigo especial para tirar suas dúvidas. Confira!

Quais são os problemas do poço artesiano caipira?

Pelo fato de as camadas estarem mais próximas da superfície, a qualidade da água do desse poço estará mais sujeita a contaminação por excesso de minerais e contaminações do solo. Assim, podendo também experimentar a via contrária e a utilização desapropriada deles trazer contaminação às nascentes e ao solo.

Saiba que os minerais identificados no poço caipira podem provocar a Metemoglobinemia Infantil (Síndrome do bebê azul), em bebês de até seis meses de idade. E não fica somente por aí, até episódios como câncer de esôfago e estômago em adultos. Enquanto os coliformes fecais podem gerar desde uma simples diarreia à Hepatite A.

Dessa forma, apesar de possuir um custo mais baixo, em comparação ao poço artesiano profissional, o poço caipira apresenta um grande risco de contaminação mesmo incluindo um revestimento interno. Também é necessário construir uma parede circular ao redor do poço, acima da superfície do solo e cobri-lo para evitar acidentes de pessoas e mais contaminações.

Quais os perigos de consumir a água do poço artesiano caipira?

Grande parte das doenças transmitidas pela água são provocadas por parasitas, vírus e bactérias existentes em poço caipira, geralmente, por fezes de animais ou humanas. E não se engane porque os microrganismos são invisíveis!

Até mesmo a água mais cristalina, pode conter contaminação e trazer sérios riscos à saúde das pessoas. Imagine este recurso de uma poço caipira que, na maioria das situações, não conta com uma manutenção adequada.

Para seu conhecimento, somente uma grama de fezes pode abrigar por volta de 1000 parasitas, 1 milhão de bactérias ou 10 milhões de vírus. Diluída em seu poço artesiano, este sinal é praticamente imperceptível, principalmente a olho nu.

O contágio das doenças pode ocorrer de diversas maneiras, tanto pelo consumo direto da água contaminada, por meio de alimentos que foram lavados com água imprópria e em raros casos até mesmo contato na pele pode causar danos.

Ainda assim, a forma mais simples de contaminação é a ingestão da mesma. Separamos abaixo para você algumas doenças originadas por microrganismos presentes na água inapropriada para consumo:

  • Hepatite A;
  • Diarreia Infecciosa;
  • Amebíase;
  • Cólera;
  • Ascaridíase.

Quais as diferenças entre poço artesiano caipira e poço artesiano profissional?

O poço artesiano caipira é um reservatório geralmente localizado no interior do solo que capta água mais próxima da superfície, também das chuvas. É mais propícia a impurezas e contaminações.

Portanto, não garante água segura para consumo humano. Mesmo assim é um recurso válido para que haja reaproveitamento na utilização doméstica e como resultado a diminuição no consumo de água.

Enquanto o poço artesiano profissional retira água dos aquíferos, que são reservas de água subterrânea formadas pelas águas que se infiltram no solo e também nos espaços entre as rochas.

Desse modo, a água é filtrada e se torna mais limpa ao penetrar pelos sedimentos e rochas. Assim, a água que jorra dos poços profissionais fica preservada da contaminação e em várias oportunidades não é preciso o seu tratamento para consumo.

Por fim, você sabe quais são os riscos desse tipo de poço. Agora basta você decidir em escolher um poço artesiano profissional, pois contará com o acompanhamento de profissionais eficientes, ou se permanecerá com um poço caipira que gera grande contaminação para sua casa ou propriedade rural.

Gostou do conteúdo? Então aproveite agora mesmo e entre em contato com os nossos consultores para tirar suas dúvidas.