Como a irrigação inteligente está transformando a agricultura através da tecnologia

Jato de aspersão irrigando grama.

A agricultura é uma das principais atividades econômicas em todo o mundo e a tecnologia tem sido um fator importante na sua evolução. Por conta desse cenário, nos últimos anos, a irrigação inteligente tem ganhado destaque, por ser capaz de transformar a rotina que os produtores conheciam. 

Mas, do que se trata essa prática? Veja em detalhes:

O que é irrigação inteligente?

A irrigação inteligente nada mais é do que o uso de sensores, algoritmos e outras tecnologias para fornecer a quantidade certa de água para as plantas no momento mais adequado. E isso é o que faz toda a diferença!

Sendo assim, esse sistema utiliza dados como a umidade do solo, a evapotranspiração e a previsão do tempo para determinar quando e quanto irrigar.

Benefícios

A economia de água, redução dos custos de energia, melhoria da qualidade dos cultivos e redução da mão de obra para irrigação são os principais benefícios dessa prática.

Além disso, a irrigação inteligente pode ajudar a minimizar o impacto ambiental da agricultura, reduzindo o uso de água e energia em excesso, prevenindo a erosão do solo.

Desafios

Apesar de tantos benefícios, sua implementação pode enfrentar alguns desafios, como a falta de conhecimento do produtor sobre as possibilidades dessas tecnologias. Ademais, a necessidade de investimento em equipamentos e sistemas de controle, dificuldade para conseguir um financiamento e a infraestrutura para a instalação.

Como o carretel enrolador se encaixa na irrigação inteligente?

O carretel enrolador é um dos modelos utilizados na irrigação por aspersão. Ele é acoplado a uma fonte de água e pode ser programado para girar automaticamente e irrigar uma determinada área. 

O carretel enrolador se encaixa na irrigação inteligente porque pode ser programado para irrigar de acordo com as necessidades das plantas, através de dados coletados por sensores de umidade e acompanhamento do clima.

Quais são as tecnologias usadas?

Além dos sensores de umidade do solo e meteorológicos, a irrigação inteligente também pode utilizar outras tecnologias, como sistemas de monitoramento remoto. Estes, por sua vez, permitem aos agricultores monitorar a irrigação à distância e fazer ajustes quando necessário. 

Também podem ser utilizados sistemas de automação, por exemplo, o carretel de irrigação é um modelo semi-automático. Na prática, o produtor só precisa posicioná-lo no ponto de início da irrigação, porém, todo o restante do trabalho é feito automaticamente.

Quais as perspectivas futuras da irrigação inteligente?

O potencial está, principalmente, em regiões com escassez de água e condições climáticas adversas. Aos poucos, os produtores brasileiros estão aderindo a tecnologia na irrigação, inclusive aqueles de pequeno e médio porte.

E a adaptação começa com algo mais básico, como os sensores e análises do solo, por exemplo. Ainda, o acompanhamento do clima na região através de softwares e plataformas dedicadas a coletar esses dados já contribuem muito para tornar qualquer sistema de irrigação mais inteligente.

Sendo assim, a irrigação inteligente é uma das tecnologias que, a cada ano que passa, está transformando mais e mais a agricultura no Brasil, visando não só a produtividade e economia de recursos, mas também a preservação das terras dos produtores.

Banner Blog 720x180 3