Irrigação noturna

É possível reduzir gastos com a irrigação noturna?

Geralmente é mais frio à noite, ou seja, menos água é perdida por evaporação. Sendo assim, a irrigação noturna é ideal para reduzir o volume total necessário para a hidratação da cultura. Além disso, menos evaporação também significa um nível mais baixo de salinidade em seu solo, o que por sua vez significa uma colheita melhor.

Entretanto, o que mais chama a atenção dos produtores é que as tarifas de eletricidade são mais baixas à noite. Logo, é uma opção que ajuda muito na economia de custos para manter um sistema de irrigação. Veja mais detalhes!

Quais as vantagens da irrigação noturna em relação à diurna?

Na irrigação diurna, é mais fácil de verificar o desempenho do sistema de irrigação, se as faixas estão sendo molhadas adequadamente, enfim, se está tudo ocorrendo dentro do esperado.

Outro ponto é quando o produtor depende de uma equipe para gerenciar a irrigação, um recurso que acaba sendo mais viável durante o dia.

Porém, como comentamos, a evaporação da água faz com que aconteçam mais perdas durante o dia. O que aumenta o potencial da rega noturna e ajuda na absorção das plantas.

Por fim, o principal: durante a noite, o custo mais barato da energia – em até 80% – para a utilização no período das 21h30 às 6h.

Outras vantagens

Outra vantagem da irrigação noturna é que pode-se considerar uma grande redução no emprego de agrotóxicos, já que as culturas têm melhor desenvolvimento.

Devemos mencionar também a economia de energia fóssil, pois os produtores substituem o funcionamento do motor dos equipamentos à gasolina e diesel por eletricidade.

Como é realizado o cálculo do desconto de irrigante noturno?

O desconto da irrigação noturna é calculado a partir da tarifa (TUSD+TE+Bandeiras Tarifárias), sem impostos multiplicados pelo consumo em horário reservado. Essa conta resulta em uma “base de cálculo”.

Outra variante que vai estabelecer a porcentagem de desconto praticado sobre a base de cálculo submete-se ao local em que a ação de irrigação ocorre e também a tensão de fornecimento.

A taxa do ICMS também é menor sobre o ICMS padrão somente para o consumo de energia no horário reservado, essa diminuição é diferente para cada estado.

Vejamos agora os significados das siglas citadas acima!

  • TUSD: Tarifa de Uso do Sistema de Distribuição;
  • TE: Tarifa de Energia.

Quais os pontos que os produtores devem ficar atentos?

Vejamos abaixo alguns pontos de controle de custos e acompanhamento de legislação.

Controle de contas

Muitas vezes as fazendas têm mais de uma unidade consumidora e por isso é fácil perder o controle sobre o que se paga e se os descontos estão sendo aplicados de modo apropriado. Para melhor controle, existem os softwares de gestão de faturas que são excelentes para esse tipo de combate.

Controle estratégico

Nem sempre os produtores calculam o volume de água que o sistema consegue captar e a relação disso com o gasto de energia.

No cálculo de implementação de um sistema de irrigação, já é considerado o investimento para manter o sistema. Isso ajuda na hora de entender se o volume de água captado versus a energia utilizada acaba valendo mais a pena no turno da noite.

Por exemplo, um agricultor que considera a rega noturna pode optar por um sistema menos potente, mas que vai entregar o mesmo resultado. Tudo isso dá mais controle financeiro e estratégico para quem gerencia uma produção.

Gostou do artigo? Então aproveite para deixar seu comentário abaixo falando dos pontos que mais gostou ou faça suas perguntas!