fbpx

Agricultura moderna: conheça os seus principais pilares de atuação!

Agricultura moderna

Quem vê a agricultura moderna que temos, cheio de maquinários e implementação de tecnologias em todo o processo pré-cultivo/cultivo, nem imagina a realidade que encontrávamos há 30 anos.

Evoluímos de uma sociedade feudal em que o maquinário era, basicamente, puxado a boi para colheitadeiras que são controladas remotamente — via satélite.

Mas não vamos nos enganar, a modernidade vai muito além da inovação dos maquinários. Por isso, iremos abordar o que é a chamada agricultura moderna e seus principais aspectos.

A origem da agricultura brasileira

Antes de saber para onde vamos, é importante sabermos da base de onde viemos.

A origem da agricultura no Brasil se dá na época das capitanias hereditárias, onde havia mão-de-obra predominantemente escrava, monocultura de cana e época dos grandes latifúndios.

Com o desenvolvimento do cultivo e o clima propício, a partir do século XVIII, a monocultura foi deixada de lado, abrindo espaço para o cultivo de café e outros vegetais como milho e trigo.

Como o café foi cultivado em larga escala, muito maior do que a necessidade mundial da época, o valor da saca acabou diminuindo drasticamente em relação à oferta, obrigando os latifundiários a investir pesado em outras culturas.

A partir de então, começa o nosso processo evolutivo, onde buscaram-se alternativas para melhorar o processo produtivo como um todo, que perdura até os dias de hoje.

Com isso em mente, agora vamos demonstrar os principais fatores que caracterizam uma agricultura moderna!

Agricultura moderna

Como abordamos anteriormente, vemos que a evolução tecnológica não se atém apenas a relação de maquinário, mas sim, em todo o processo de cultivo, como veremos a seguir:

Melhoramento genético de plantas

O descobrimento sobre cruzamento genético entre espécies de grãos foi o grande passo evolutivo para o cultivo que temos atualmente.

A partir dessa inovação, os benefícios vieram para melhorar a resistência e permitiram que algumas características da planta fossem modificadas, para proporcionar um crescimento e um desenvolvimento melhor em climas adversos.

Um grande exemplo são os grãos geneticamente modificados, que apresentam uma maior resistência à escassez hídrica. Ou, até mesmo, grãos que têm uma maior resistência a pestes e pragas que devastam as plantações.

Práticas adequadas de irrigação

Não é novidade que a irrigação é ponto primordial no desenvolvimento pleno e amadurecimento de grãos.

Nos primórdios, para que a irrigação fosse viável, era necessária uma fonte de água muito próxima ao cultivo. Hoje, temos sistemas de irrigação para todos os tipos de necessidades, alimentados por poços, açudes, reservas de água construídas na propriedade, rios e lagos próximos, entre outras soluções.

Inclusive, convidamos você a conhecer a irrigação autopropelida — clique no link —, um método de melhor custo-benefício para pequenos e médios produtores.

Insumos biológicos e sintéticos

Antigamente, qualquer lavoura sofria com o ataque de formigas (dentre outros insetos) e doenças, pois não haviam grandes pesticidas que poderiam acabar com esse problema e os que existiam acabavam deixando o grão tóxico e inconsumível.

Hoje, há diversos inseticidas e herbicidas que fazem muito bem a função de combater essas pestes, sem afetar o grão com toxinas que a tornam inapropriadas para consumo.

Rotação de culturas

Com o tempo, a fertilidade do solo foi caindo em voga, em vista que conforme o passar das colheitas, vimos que o solo não possui a mesma taxa nutricional.

Com o passar dos tempos descobrimos que a rotação entre culturas possibilitaria uma melhor gestão de nutrientes do solo permitindo um rendimento melhor da terra utilizada.

Maquinários

Bom, esse não é mistério, já que os maquinários mudaram drasticamente ao longo do tempo. Além do avanço da tecnologia, a descoberta de diversas formas de manejo dos equipamentos ajudaram a construir o que temos de mais avançado atualmente.

Hoje, a colheita e até o plantio, pode ser realizado por maquinário pesado coordenado via GPS. Este é um grande exemplo do grande salto tecnológico que demos ao longo dos anos.

Gostou das nossas dicas? Acesse nosso site e fique por dentro do mundo do agronegócio!