fbpx

Energia solar no campo: saiba quais são as vantagens para os produtores rurais

Energia Solar no campo

A energia solar no campo é uma alternativa com bom custo-benefício para o produtor rural manter as atividades da lavoura, contribuindo para a sustentabilidade agro e economizando na conta de energia elétrica. 

Várias atividades no campo precisam de energia elétrica, demandando uma dependência do agricultor com as companhias fornecedoras desse serviço. Por isso, se você cogita implementar novos modelos de agricultura, continue a leitura para entender o que é a energia solar e como utilizá-la no campo. 

O que é energia solar?

A energia solar funciona por meio da captação de luz do sol para geração de eletricidade ou aquecimento, sendo considerada uma fonte altamente sustentável, pois é limpa, renovável, tem baixo impacto ao meio ambiente e um excelente custo-benefício tanto a médio quanto a longo prazo.

Para a geração de energia ou o aquecimento de líquidos, são instaladas placas solares para captação solar, que precisam estar em contato direto com a luz do sol. Por isso, é comum ver essas placas nos telhados de residências, comércios e indústrias. 

A energia solar pode ser on-grid, na qual o sistema é conectado à rede elétrica da propriedade , ou off-grid, em que um sistema isolado garante o armazenamento e a utilização da eletricidade ou do aquecimento gerado pelo sistema. 

A energia solar é considerada uma das fontes mais promissoras de energia atualmente. O Brasil é um dos países com alto potencial para produção dessa energia limpa devido à alta incidência do sol na maior parte do ano. A capacidade total atual de geração ultrapassa 13 GW de potência. 

Por aqui, segundo dados de 2021, a energia solar corresponde a 1,7% de toda a matriz energética brasileira. A residencial é responsável por 72,6% desse total, seguida pela comercial e de serviços (17,99%), assim como pela rural (6,25%). 

Tipos de energia solar 

Térmica

A energia solar térmica é bastante utilizada em residências urbanas, principalmente para realizar o aquecimento da água do chuveiro. Nesse sistema, o aquecimento do líquido ocorre por  meio de placas ou tubos que captam os raios solares. 

Fotovoltaica 

A energia solar fotovoltaica transforma a luz do sol em eletricidade. Para isso, são instalados painéis solares fotovoltaicos nos telhados de residências, indústrias, comércios, áreas abertas próximas às plantações, entre outros. 

Esse tipo de sistema ganha novos avanços a cada ano, o que aumenta a capacidade de um painel fotovoltaico converter energia solar em energia elétrica para os mais diversos fins, inclusive, no meio rural.

Heliotérmica

A energia solar heliotérmica é usada em grande maioria na indústria. Ela é um pouco parecida com a térmica, pois também aquece líquidos. Entretanto, a finalidade é mover turbinas por meio do vapor gerado durante o processo. 

Esse processo consiste na captação e no armazenamento dos raios solares. Depois, eles são transformados em energia mecânica solar e eletricidade no final. Por envolver diversas etapas complexas, esse tipo ainda não é amplamente utilizado. 

Como a energia solar funciona no campo? 

Não são apenas as residências, os comércios e a indústria que aproveitam os benefícios dos raios solares. A plantação e o empresário agrícola podem aproveitar as diversas vantagens da energia solar em diversas etapas produtivas no campo. 

Entre os principais usos, está a irrigação, pois diversos sistemas avançados necessitam de energia elétrica para funcionar. O bombeamento de água também pode ser feito por meio de um sistema de energia solar fotovoltaico, bem como os sistemas de refrigeração de estufas. 

Dessa forma, além de não precisar depender da chuva natural, o agricultor dispensa o uso constante da energia fornecida pela companhia de eletricidade da região. Além disso, quem utiliza cercas elétricas nas plantações pode economizar energia com esse sistema. 

Outro ponto importante é que o sistema de energia solar pode ser uma alternativa para regiões rurais nas quais esse serviço ainda não chegou ou é entregue de forma irregular. Infelizmente, alguns pontos extremos do país ainda sofrem com apagões ou falta de cobertura de energia elétrica. 

Vantagens da energia solar para a agricultura

Dependendo do tamanho e da complexidade da estrutura, o retorno financeiro para o empresário que investe em um sistema de energia solar no campo leva em média três anos. Tem dúvidas se vale a pena investir? Veja quais são os benefícios da energia solar para uma produção agrícola. 

  • Economia na conta de energia elétrica da propriedade; 
  • Bom custo-benefício com sistema de geração; 
  • Mais independência da companhia fornecedora de energia elétrica;
  • Chances menores da propriedade sofrer com quedas de energia elétrica;
  • Adoção de práticas de sustentabilidade, já que a energia solar é limpa e renovável;
  • Baixo custo de manutenção;
  • Instalação feita em locais sem acesso à energia elétrica convencional. 

Como financiar um sistema de energia solar para a produção agrícola?  

Independentemente do porte da plantação, o empresário agrícola pode recorrer ao financiamento para adquirir um sistema de energia solar no campo. Entre as opções, é possível contratar crédito com instituições financeiras que incentivam o uso de energias renováveis no agronegócio.

Além disso, é possível solicitar crédito e financiamento com programas do governo voltados para o incentivo e o desenvolvimento da agricultura no Brasil. Por exemplo, o Plano Safra, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, destina verba para financiar projetos de inovação em energia solar no campo. 

Incremente o sistema de energia solar da sua lavoura com os equipamentos de irrigação da IRRIGAT 

A lucratividade e a produtividade da sua produção agrícola podem ser potencializadas se você combinar o sistema de energia solar com os equipamentos de irrigação e fertirrigação da IRRIGAT. Isso porque nossos sistemas utilizam motobomba, que funciona com diesel ou energia elétrica. 

Assim, é possível garantir a irrigação da propriedade com suporte da energia elétrica, o que deixa o agricultor independente da fornecedora de energia e da chuva natural para manter o cultivo sadio. Além disso, contribui para um modelo de agricultura sustentável. Acesse o site da IRRIGAT e conheça os equipamentos.