fbpx

Saiba qual o modelo de irrigação 💦 ideal para cada tipo de plantio

Antes de tudo, sabemos que a irrigação 💦 é um método fundamental na agropecuária brasileira. Deste modo, sua finalidade é suprir necessidades de áreas que possuem má distribuição e irregularidades de chuva. Sendo assim, quando as técnicas de irrigação são bem implantadas elas favorecem o desenvolvimento da plantação.

Entre seus benefícios está a melhora na qualidade de produção e resultados ao longo do ano.

Ficou interessado no assunto? Confira o nosso post até o final e entenda qual o modelo de irrigação ideal para cada tipo de plantio. 👇

1 –  Aspersão

Em primeiro lugar, essa técnica de irrigação utiliza gotículas no ar com um ou mais jatos de água. Deste modo, funciona como uma simulação artificial de chuva direcionada, que libera pequenas gotículas de água que serão absorvidas pelo solo.

Em suma, a vantagem dessa técnica é a disponibilidade de adaptação às diversas culturas e topografias das regiões por não precisarem de sistematização do terreno.

 

FONTE: Arquivo IRRIGAT

2 –  Microaspersão

Sobretudo, outra técnica de irrigação é a por Microaspersão, nesta mobilidade são utilizados emissores que lançam gotículas de água em formato de chuva, de forma mais suave e uniforme.

Essa técnica, é utilizada principalmente em casa de vegetação, hortaliças, estufas, jardins e em pequenas hortas.

Irrigação

FONTE: https://www.cpt.com.br/cursos-irrigacao-agricultura/artigos/a-irrigacao-por-aspersao-convencional

3 –  Localizada

Antes de mais nada, podemos observar que com essa técnica a perda de água por evaporação é menor, pois é depositada diretamente nas raízes das plantas. Deste modo, por ser um sistema de baixa vazão, a água fica depositada um tempo maior, é ideal para a plantação de frutas e vegetais.

Sendo assim, essa técnica é a mais utilizada em regiões mais secas.

FONTE: https://irrigacao.blogspot.com/2016/07/resumo-aula-13-irrigacao-localizada.html

4 – Superficial

Em geral, esse tipo de irrigação utiliza a técnica que a água é conduzida do ponto de infiltração até a superfície do solo. Deste modo, os tipos de irrigadores mais utilizados são os sulcos ou inundação. Essa técnica é muito utilizada nas plantações de arroz.

Este método não recebe a influência do vento. Porém com essa técnica pode ocorrer perdas de água por percolação, o aumento de água parada e a erosão do solo e dos sulcos.

Imagem de sistema de irrigação por superfície

FONTE: https://boaspraticasagronomicas.com.br/boas-praticas/irrigacao/

Conclusão

Em suma, observamos que ao longo dos anos as técnicas de irrigação foram sendo adaptadas para o manuseio da água e o melhor desenvolvimento da plantação, tirando assim a dependência apenas do clima.

Consequentemente, observamos que um sistema bem assertivo, faz com que o produtor tenha mais controle sobre o seu plantio, desde a semente até a planta adulta. 😄