Como puxar água de poço artesiano para irrigação

Como puxar água de poço artesiano para irrigação

Hoje, vamos falar sobre como puxar água de poço artesiano para que sua cultura tenha alta produtividade. Precisamos destacar que existem 2 formas mais comuns e que ajudam muito no abastecimento da irrigação de suas plantas, principalmente em tempos de seca.

O que é um poço artesiano?

Eles são perfurados com a meta de captar a água que se localiza depositada no lençol freático. Em muitas regiões do Brasil, esses poços são chamados de cisternas, pocinhos ou poços semi artesianos.

E para usar a água proveniente deles, existem algumas regras a serem seguidas. Para ver mais sobre a regulamentação, você pode acessar nosso texto sobre dicas de uso de poço artesiano. Lá, tem um tópico voltado somente para a legislação.

Qual a importância dele?

O poço artesiano pode oferecer um ótimo abastecimento de água mesmo em períodos de estiagem. Isso faz com que sua safra não seja comprometida. Por isso, é fundamental saber lidar com esse instrumento tão relevante para a agricultura.

Quais os riscos de perfurar um poço em lugar inapropriado?

Além das sanções de crime ambiental que serão emitidas, vale também ressaltar a qualidade da composição química da água.

Isso porque, quando a água está contaminada, é perigoso que você faça irrigação com ela. Pois fará com que sua cultura seja prejudicada. Por isso, é necessário fazer a medição do PH e caso ele esteja dentro da normalidade, ela estará pronta para ser utilizada.

Quais as formas de captação?

Existem vários modos de saber como puxar água de poço artesiano, mas vamos focar nos dois principais e mais utilizados. Veja abaixo!

Captação direta do poço até o sistema de irrigação

Quando possível, o ideal é fazer a captação direta até o sistema de irrigação, pois reduzirá o custo de investimento com motobombas e de instalações do sistema. No entanto, para isso dar certo é preciso observar dois fatores.

  1. A vazão deve ser igual ou maior do que o sistema vai precisar: caso a bomba não tenha água suficiente, ela pode queimar ou afetar o sistema de irrigação. Por exemplo, se a vazão da irrigação seja de 12 mil litros/hora o poço deve ter essa vazão ou maior.
  2. Observar o nível dinâmico do poço: é a profundidade de água do nível do poço quando acontece o bombeamento. O desnível da água até a superfície é somado a todos os outros componentes que formam a pressão total necessária para fazer o funcionamento do sistema de irrigação: desnível da área, distância do ponto de captação, pressão de funcionamento e perdas localizadas.

Por isso, quando temos uma pressão total muito alta e o nível dinâmico do poço é extremamente elevado, faz com que o uso de uma única motobomba seja inviabilizado.

Captação do poço até um reservatório e direcionamento para irrigação

Caso seu poço não tenha vazão suficiente ou tenha um nível dinâmico muito alto que atrapalhe no bombeamento direto para a irrigação, você pode aproveitá-lo mesmo assim.

A única diferença é que você irá colocar uma bomba no poço para bombear para um reservatório. E de lá, você terá outra bomba tocando para o sistema. Em muitos casos, essa é a opção mais econômica, pois apesar de operar com duas motobombas elas terão uma potência menor e em alguns casos o seu consumo somado será menor que se tivesse uma única.

Conclusão

Em resumo, as duas opções que estão disponíveis para puxar água de poço artesiano dependem das características físicas do local.

Gostou do artigo? Então confira mais um ótimo artigo: “Como fazer irrigação de pasto: confira 4 dicas!”